• 03/04/2020

Desde que a Organização Mundial da Saúde decretou a Covid-19 como uma pandemia global, a ICC – representante de mais de 45 milhões de empresas - tem defendido que é urgente uma ação coordenada das maiores economias mundiais para impulsionar esforços de contenção do vírus e minimizar seus potenciais impactos econômicos e sociais.  

Em cartas abertas às lideranças do G20, o Secretário-Geral da ICC, John W. H. Denton, tem ressaltado a importância de se assumir compromissos sérios para manter o comércio global funcionando – especialmente, a reversão de barreiras recentes que podem colocar em risco as cadeias de produtos médicos e remédios, essenciais para o combate à Covid-19. Além disso, é necessário escalar a assistência financeira aos países mais pobres para lidar com os efeitos da covid-19, bem como agir para estabilizar mercados, restaurar a confiança e resguardar empregos. 

Nesse sentido, a ICC destacou 10 ações práticas de políticas de comércio para o enfrentamento da crise, em carta aos Ministros de Comércio dos países do G20. Algumas das ações são a redução de tarifas e facilitação de comércio de produtos essenciais, manutenção de fluxos logístico e de financiamento ao comércio, por exemplo.

Coordenação e inovação serão necessárias para impactos reais no enfrentamento dos desafios sem precedentes que a covid-19 impõe a governos, setor privado e sociedade globalmente e a ICC tem agido de maneira próxima às lideranças internacionais para que possamos, juntos, reconstruir o futuro e fazer dele ainda melhor.

Documentos:

- ICC Trade Ministers Letter

- ICC-G20 statement on Coronavirus

- ICC – ITUC Open Letter to G20 heads of State and Government

- ICC-B20-WHO (OMS) Open Letter to G20 heads of State and Government

 

Share