• 20/03/2018

Na semana do World Economic Forum em São Paulo a ICC Brasil lançou a Aliança Brasil 4.0, um compromisso público de empresas com o desenvolvimento e a democratização da Indústria 4.0 no Brasil. Esse projeto faz parte das iniciativas da Comissão de Economia Digital da entidade, que tem como um de seus objetivos ajudar a indústria brasileira a ser inserida na cadeia de valor mundial por meio de tecnologias 4.0.


“A nossa missão é promover ações para difusão da utilização de tecnologias, processos e aplicações da manufatura avançada em todos os níveis das cadeias produtivas. Um dos mecanismos que iremos usar é conectar as empresas brasileiras ao task-force Digitalização e Indústria 4.0 do B-20, por meio dos representantes da ICC”, explica Gabriel Petrus, diretor executivo da ICC.


A Aliança Brasil 4.0 contou com as assinaturas de André Clark, presidente da Siemens no Brasil; da presidente da SAP no país, Cristina Palmaka; da presidente da Microsoft Brasil, Paula Bellizia; do presidente da Adobe para a América Latina, Federico Grosso; do presidente da consultoria Deloitte, Altair Rossato; do presidente da Qualcomm para América Latina, Rafael Steinhauser; do presidente para América Latina da Amazon Web Services, Jeff Kratz; do vice-presidente de negócios industriais da Schneider Electric, Cristiano dos Anjos; do vice-presidente da Basf, Tobias Dratt; da presidente da Agrosmart, Mariana Vasconcelos; do presidente da BSA no Brasil, Antonio Eduardo Mendes da Silva; do presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Guto Ferreira, além de representantes da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da agência Investe São Paulo.

 

A cerimônia de assinatura também contou com a presença de Joe Kaeser, o CEO global da Siemens. “Eu acredito fortemente no Brasil e nos brasileiros  e neste grupo para moldar o futuro da indústria do país. A Aliança Brasil 4.0 representa a nova geração da indústria, baseada na internet das coisas ”, disse Kaeser. Segundo ele, com o uso de novas tecnologias nas fábricas, como controles de gasto de energia e de processos, os custos podem ser reduzidos em até 25% e o tempo de produção pode ser reduzido pela metade.

 

Para Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil, o país está diante de uma confluência de novas tecnologias como Big Data, IoT, Inteligência Artificial, realidade mista, que irão transformar radicalmente o cenário industrial. “Essas novas tecnologias oferecem rápida adoção para os grandes grupos e acesso à inovação para os pequenos fabricantes. Por isso, a mensagem que mais comemoro nesta aliança é a mensagem de democratização. Tenho certeza que a tecnologia representa, hoje, a janela de oportunidade para darmos o desejado salto de competitividade na indústria nacional e para o Brasil”, declara.


“Temos que voltar a fazer o Brasil relevante na indústria, que já foi a responsável por mais de 30% do PIB”, disse Cristina Palmaka, da SAP. “Em vez de olharmos a tecnologia como custo, devemos começar a olhar para um fator estratégico para que as nossas empresas possam competir de igual para igual no mundo.”

 

Confira aqui as fotos do lançamento

Compartilhar