• 19/12/2018

A ICC e a Deloitte lançaram no dia 10 de dezembro a pesquisa "Evolução da Integridade Corporativa no Brasil", projeto inédito que buscou medir a adoção de  a mudança das empresas nos períodos pré e pós Lava-Jato.

De forma geral, as empresas apresentaram evolução consistente na adoção das práticas de compliance pesquisadas, resultado que reflete uma sofisticação do ambiente regulamentar no País, com a entrada em vigor de importantes leis (como a Lei Anticorrupção e a Lei de Governança em Estatais), bem como o impacto das investigações conduzidas pela operação Lava Jato. No entanto, observa-se que ainda há espaço para crescimento na implementação de medidas de conformidade entre as organizações, uma vez que apenas dois terços estão em fase de adoção de 15 das 30 práticas pesquisadas até 2020. As empresas com receita menor que R$ 100 milhões estão promovendo um salto na adoção de práticas de compliance, mas ainda estão longe do patamar das organizações de maior porte. As empresas de capital nacional também seguem em trajetória de evolução e tendem a se aproximar do mesmo patamar das empresas de capital estrangeiro ou misto.

Com os indicadores, a ICC pretende reconstruir a credibilidade das empresas do país no exterior, mostrando que o setor privado compreender a dificuldade de crescer sem a adoção de uma política de conformidade. As empresas entenderam que não se trata de um custo, mas de um ativo necessário para o crescimento

Acesse os resultados na íntegra aqui.

Share